domingo, 30 de maio de 2010

Reabilitação e Psicoterapia para a Esquizofrenia



  • Reabilitação
Em termos gerais, a reabilitação inclui uma ampla gama de intervenções não-médicas. Os programas de reabilitação enfatizam o treinamento social e vocacional ou ocupacional para ajudar as pessoas a superarem as dificuldades e barreiras nestas áreas de atividade. Em alguns países esses programas incluem desde o desenvolvimento de habilidades específicas como lidar com dinheiro e usar o transporte público, o treinamento de hábitos sociais para ajudar a pessoa a se relacionar melhor socialmente, técnicas de resolução de problemas e até aconselhamento vocacional.
No Brasil, estas abordagens são realizadas principalmente através da intervenção de terapia ocupacional. Estas abordagens são importantes para o sucesso do tratamento na comunidade, porque possibilitam que os pacientes desenvolvam estratégias e habilidades para viver de forma satisfatória na comunidade.

  • Psicoterapia
A psicoterapia envolve um encontro regular entre o paciente e um profissional de saúde mental, geralmente um psicólogo ou psiquiatra. Esses encontros, ou sessões, podem abordar problemas atuais ou passados, pensamentos, idéias, sentimentos, relações e vivências. Através do compartilhamento destas experiências com o terapeuta – de falar sobre seu mundo com alguém de fora – as pessoas com esquizofrenia podem gradualmente entender mais sobre si próprias e seus problemas. Também podem aprender a discernir aquilo que é real do que não é real. Estudos recentes indicam que a psicoterapia de suporte, bem como as abordagens cognitivo-comportamentais que ajudam o paciente a conviver melhor com a doença e a desenvolver recursos para a resolução de problemas e dificuldades, podem trazer benefícios para as pessoas com esquizofrenia. Entretanto, a psicoterapia não substitui a medicação; é uma abordagem coadjuvante, que funciona melhor se os sintomas psicóticos estiverem controlados pela medicação e o acompanhamento médico regular.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário